CEEFA - Centro de Estudos Espíritas Francisco de Assis

História do Ceefa

Em 1954, um pequeno grupo interessado em estudar e
difundir a doutrina espírita iniciava os trabalhos hoje realizados
no Centro de Estudos Espíritas Francisco de Assis - CEEFA.

Em 26 de novembro de 1955, o Grupo Espírita Francisco de Assis tornou-se Centro Espírita Francisco de Assis – CEFA. O número de interessados nos trabalhos da casa era cada vez maior e assim foi ficando difícil acomodar todos os membros na pequena garagem da Rua Camões, onde o CEFA permaneceu até meados de 1957. Após reiteradas investidas do Sr. Ewaldo Bokermann junto à Federação Espírita do Paraná, na época dirigida pelo Sr. João Ghignone, recebeu desta a autorização para ocupar um terreno - composto de 3 lotes -, que havia sido recebido como doação, situado à R. Prefeito Ângelo Ferrário Lopes, nº 1260, local da atual sede.

Centro Espírita Francisco de Assis

No entanto, nesse terreno ainda não havia uma sede construída. Faltava edificar a "Casa". Foi novamente com a ajuda de Ewaldo Bokermann e Irineu Pedro Bonatto, funcionários de uma construtora, que a obra foi possível. Eles conseguiram a doação de uma pequena casa de madeira, com alguns anos de uso, que depois de desmontada, foi remontada na área cedida, para onde os trabalhos foram transferidos em julho de 1957.

A pequena construção de madeira abrigou o CEFA por muitos anos. Em 1988, mais uma vez o espaço disponível não estava suportando todas as pessoas que iam até o local. Assim, surgiu a proposta de ampliação da sede. Como não havia verba para a compra do material, movidos por enorme força interior, os membros da Casa, deram-se as mãos e promoveram eventos, entre outros, com o objetivo de arrecadar fundos para a construção.

Construção do Centro de Estudos Espíritas Francisco de Assis Algumas doações também contribuíram e, pouco tempo depois, já havia verba suficiente para as obras, que foram concluídas em 1989. Foi uma grande reforma e a sede, que antes comportava cerca de 70 pessoas, ampliou suas acomodações com um anfiteatro de 254 lugares e diversas salas de estudos. E, ao que tudo indica, foi nesse período que o CEFA, tornou-se CEEFA, ou Centro de Estudos Espíritas Francisco de Assis.

Por volta dos anos 2009, os associados do CEEFA iniciaram uma nova reforma, pois os espaços careciam de adequações e ampliações. Com a mobilização dos colaboradores na realização de eventos e outras formas de arrecadação, foi possível executar a reforma que ampliou as áreas de livraria e administração, assim como os espaços destinados às salas de aula, pedagogia, instalações de serviço e sanitários do Centro de Educação Infantil (CEI) e do Centro Espírita. Com o encerramento das atividades do CEI em 2014 as dependências da instituição foram praticamente todas destinadas às atividades doutrinárias.

Centro de Estudos Espíritas Francisco de Assis O Centro funciona durante toda a semana, desenvolvendo atividades, tanto para iniciantes, quanto para os que já possuem algum conhecimento da doutrina espírita. Entre as atividades oferecidas estão, evangelização de infância e juventude, passes, palestras, atendimento fraterno, irradiação, caravana fraterna, desenvolvimento mediúnico, estudo sistematizado da doutrina espírita, livraria e biblioteca, e ação e promoção social (bazar solidário, eventos e artesanato solidário). Semanalmente centenas de pessoas e famílias são atendidas na instituição.

Atualmente o CEEFA conta com colaboradores dedicados, que com seu empenho, trabalho e amor sustentam esse trabalho, sob o amparo da espiritualidade superior e de Jesus.

Texto adaptado de material elaborado por Angelica Oliveira, a partir de entrevistas com colaboradores do CEEFA em 2003.